capa site.jpg

Fase de recrutamento de participantes ENCERRADA

 

Obrigado a todos os que participaram neste estudo e a todos os que ajudaram a divulgá-lo!
Está encerrada a fase de recrutamento de participantes para este estudo, em breve partilharemos os resultados!

 

Detetives das Emoções:

Protocolo Unificado para Crianças (PU-C)

Este é um programa de intervenção psicológica constituído por 15 sessões de grupo e destina-se a crianças dos 6 aos 12 anos que apresentem problemas de ansiedade e/ou depressivos clinicamente significativos e respetivos pais. Este programa tem como objetivo ajudar as crianças a desenvolverem estratégias para melhor lidarem com as suas dificuldades e emoções difíceis, permitindo, assim, que progressivamente se sintam menos ansiosas e/ou deprimidas.


Este programa está atualmente a ser adaptado e estudado para a população portuguesa por uma equipa de investigação do Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo-Comportamental (CINEICC; Grupo de Investigação RD&S) da Faculdade Psicologia e de Ciências da Educação (FPCE) da Universidade de Coimbra (UC) em colaboração com a Universidade de Miami (USA).

interior branco.png
 
PISTAS_edited_edited_edited_edited_edited.jpg
 
JACK E NINA.jpg

Mais sobre o programa

O programa é composto por 15 sessões em grupo e será aplicado por dois Psicológos Clínicos da equipa da investigação com formação especifica no referido protocolo.
Os grupos serão constituídos por 5 a 8 crianças e respetivos pais e as sessões têm uma duração prevista de 90 minutos (as sessões do grupo de pais e as sessões do grupo de crianças decorrem em simultâneo). As sessões são iniciadas em grande grupo (crianças + pais) com a revisão das tarefas para casa e introdução dos conceitos que serão abordados na sessão; posteriormente, os grupos são divididos – um terapeuta fica com o grupo de pais e outro terapeuta fica com o grupo de crianças – para serem trabalhados os conteúdos específicos de cada sessão; a sessão termina em grande grupo, para as conclusões e prescrição das tarefas de casa.
Todas as sessões estão descritas no manual do terapeuta e os exercícios e material suplementar para os pais e para as crianças são apresentados no Caderno de Atividades (disponível para os pais e para a criança). Através do trabalho com as crianças e pais pretende-se a aceitação, gestão e regulação das diferentes emoções (ansiedade, raiva, tristeza, culpa, vergonha).

 

Porquê Detetives das Emoções?

O nome cientifico deste programa é "Protocolo Unificado para o Tratamento Transdiagnóstico das Perturbações Emocionais em Crianças (PU-C)" fazendo referência ao seu caracter transdiagnóstico (i.e.,  dando resposta a um enorme espetro de dificuldades do foro emocional) e unificado (i.e, integrando num mesmo protocolo diferentes técnicas das terapias comportamentais, cognitivo-comportamentais e baseadas na aceitação e mindfulness).

Para a população geral, adicionámos o nome "Detetives das Emoções"  (aliás, proposto ao longo do manual de intervenção) para que seja mais apelativo para as crianças que participem no programa. Na verdade, durante todo o programa, as crianças aprenderão diferentes estratégias com a ajuda dos Detetives das Emoções (O Sebastião, a Nini, o Edgar e a Ana), que são as personagens do caderno de atividades da criança. Durante o programa as crianças vão recebendo "pistas" com o objetivo de no final se tornarem verdadeiros Detetives das Emoções - capazes de melhor compreenderem, explorarem, aceitarem e lidarem com as suas emoções.

nini.jpg
 

O que tem este programa de diferente em relação aos já existentes?

A maioria dos programas de intervenção existentes são dirigidos a um único problema ou diagnóstico. No entanto, frequentemente, as crianças apresentam em simultâneo diferentes dificuldades/diagnósticos ou simplesmente apresentam dificuldades e sofrimento psicológico mas que não constituem nenhum diagnóstico clínico. Este é um programa de intervenção transdiagnóstico para as perturbações emocionais (i.e. válido para qualquer perturbação ou dificuldade do foro emocional), focado em estratégias de regulação emocionais que serão úteis para a redução de qualquer sintomatologia do foro emocional. A criança aprenderá a lidar e a regular melhor qualquer uma das suas emoções (ansiedade, tristeza, raiva, culpa,..) e a tolerá-las sem sentir tanto desconforto, diminuindo assim a sintomatologia atual e prevenindo futuras dificuldades. Ao mesmo tempo, este é um protocolo “unificado” na medida em que compila num mesmo protocolo diferentes estratégias das terapias comportamentais, cognitivo-comportamentais e das terapias baseadas na aceitação e mindfulness, que serão úteis para o desenvolvimento de competências de regulação emocional.

 

Sobre o estudo -  "Detetives das Emoções: PU-C" em Portugal

Esta intervenção - "Detetives das Emoções: Protocolo Unificado para Crianças" - foi originalmente desenvolvida nos EUA. No âmbito do projeto de doutoramento da Dra. Brígida Caiado [SFRH/BD/147848/2019], orientado pela Professora Doutora Helena Moreira e Professora Doutora Maria Cristina Canavarro, no CINEICC / FPCEUC  Univ. Coimbra, pretende-se estudar a sua aceitabilidade, viabilidade e eficácia para a população portuguesa. 

Este estudo tem duas fases:

  • ESTUDO DE VIABILIDADE (Setembro 2020-Abril 2021):

Neste estudo não existe aleatorização, ou seja, todas as crianças e pais que cumpram os critérios de inclusão para o estudo recebem o programa "Detetives das Emoções: Protocolo Unificado para Crianças".

O recrutamento de participantes para este estudo encontra-se encerrado!

Poderá ver, mais abaixo neste site, os grupos que já foram realizados.


  • ESTUDO RCT (Abril 2021-Agosto 2022):

Este é um estudo randomizado e controlado (RCT), o que significa que as crianças e pais que cumpram os critérios de inclusão para o estudo serão aleatorizados por um dos dois grupos:

  1.  Grupo experimental (que recebe o programa "Detetives das Emoções: Protocolo Unificado para Crianças")

  2. Grupo de controlo (que recebe, numa primeira fase, um outro programa de intervenção psicoeducacional - o "ABC das Emoções").

A comparação entre estes dois grupos é necessária para podermos avaliar a real eficácia do programa "Detetives das Emoções: Protocolo Unificado para Crianças".

O recrutamento de participantes para este estudo encontra-se encerrado!

Veja abaixo quando irão decorrer os próximos grupos e como se pode inscrever.

 
ab.jpg

ABC das Emoções - o que é?

O ABC das Emoções é um programa de intervenção psicoeducacional, estruturado e em grupo,  destinado à intervenção com crianças com perturbações de ansiedade e/ou perturbações de humor, com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos. A intervenção é composta por 5 sessões de psicoeducação em grupo (5 a 8 crianças por grupo), com duração de 60 minutos por sessão. Os conteúdos das sessões baseiam-se em estratégias de psicoeducação das Terapias Cognitivo-Comportamentais (TCC) clássicas.
Este programa foi desenvolvido no âmbito deste presente estudo que pretende avaliar a eficácia, na população portuguesa, do programa "Detetives das Emoções: Protocolo Unificado para Crianças (PU-C)".

Para podermos estudar a real eficácia do PU-C, é necessário comparar a sua eficácia com outras intervenções. Assim, o programa "ABC das Emoções" é a intervenção aplicada ao grupo de controlo deste estudo e com o qual o programa "Detetives das Emoções: PU-C" será comparado.
Este programa foi desenvolvido por Brígida Caiado, Ana Góis, Diana Santos, Alzira Albuquerque, Maria Cristina Canavarro e Helena Moreira.

 
JACK E NINA.jpg

Quem pode participar?

  • Crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos com sintomatologia clinicamente significativa de ansiedade e/ou depressiva (avaliação efetuada pelos psicólogos da equipa de investigação do cumprimentos do critério de elegibilidade).

  • Necessária a participação de pelo menos um dos pais/representante legal

Ao me inscrever significa que vou receber esta intervenção?

Após a inscrição serão contactados pela equipa de investigação para marcação de avaliação onde serão avaliados os critérios de inclusão (e devolvida informação aos pais!). Caso cumpram com os critérios de inclusão no estudo, os participantes serão aleatorizados e metade receberá a intervenção "detetives das emoções: PU-C" e a outra metade receberá outra intervenção psicológica (e poderá beneficiar do programa "detetives das emoções: PU-C" seguidamente).

O que terei de fazer?

No caso de serem aleatorizados para o grupo experimental, os pais e as crianças deverão estar presentes nas 15 sessões e preencher um conjunto de questionários devidamente validados para a população portuguesa antes, durante e depois da intervenção. Nas sessões, os pais e as crianças aprenderão estratégias de regulação emocional e os pais aprenderão estratégias para apoiarem os filhos em situações desafiantes. A qualquer momento os pais/crianças podem desistir do programa sem qualquer penalização.

Quais os benefícios da minha participação?

  1. Prevê-se a redução da sintomatologia apresentada pelas crianças e o desenvolvimento de estratégias parentais para melhor ajudarem os seus filhos, de forma gratuita e sem qualquer risco antecipado para os pais ou criança

  2. Contribuirá para o desenvolvimento da ciência em Portugal e para o desenvolvimento de programas de intervenção psicológica eficazes;

Onde serão realizados os grupos de intervenção? É gratuito?

Os grupos de intervenção serão realizados nas cidades de Coimbra (FPCEUC, Escolas colaborantes e UPC3), Viseu (Centro Hospitalar Tondela-Viseu e Escolas colaborantes) e Aveiro.
A intervenção e toda a participação no projeto é gratuita! 

Porquê para pais e filhos?

Os pais são importantes modelos de aprendizagem para as crianças (nomeadamente no que respeita à gestão e regulação emocional) e frequentemente revelam preocupação e necessidade de obter estratégias para ajudar os filhos a lidarem com o sofrimento emocional (e estas estratégias são fundamentais para a generalização dos ganhos obtidos em terapia). Vários estudos têm demonstrado uma maior eficácia dos programas de intervenção com crianças que também contemplam a intervenção com os pais.

 

O que já foi feito com este programa? Há evidência de que funciona?

O Protocolo Unificado para Crianças foi desenvolvido por um grupo de investigação da Universidade de Miami (EUA) através da adaptação do Protocolo Unificado para Adultos desenvolvido na Universidade de Boston. Os resultados apresentados até ao momento acerca da eficácia do Protocolo Unificado para Crianças são bastante promissores (Ehrenreich-May, Bilek, Quenn & Hernández Rodríguez, 2012; Kennedy, Bilek, & Ehrenreich-May, 2019), havendo clara evidência de que este tratamento funciona! Não existem, contudo, estudos de validação e adaptação deste protocolo na Europa. Assim, o estudo que a presente equipa de investigação está a realizar é inovador a nível Europeu e tem como objetivo a validação deste programa para a população portuguesa. Apesar de este programa nunca ter sido usado na Europa,  as técnicas, procedimentos e processos nele usados já são bastante conhecidas, amplamente estudas e utilizadas na prática clínica, assegurando assim a confiança neste programa.

Em Portugal, a nossa equipa de investigação já realizou um primeiro estudo de viabilidade onde se conclui que esta intervenção é viável e aceitável pelas crianças e pais, em portugal - ex. elevadas taxas de satisfação pelas crianças e pais; baixas taxas de desistência e elevadas taxas de adesão à intervenção. Os resultados deste estudo indicam ainda  que os sintomas de ansiedade e depressão das crianças e a interferência da sintomatologia na vida da criança e da família diminuiu ao longo do tempo.

Os resultados deste primeiro estudo já se encontram publicados em revista Internacional e podem ser encontrados abaixo!

Seguidamente a equipa de investigação implementou um estudo Randomizado e Controlado para avaliar a eficácia desta intervenção por comparação com um grupo de controlo. Os resultados deste estudo encontram-se agora em análise.

 
Os dados de um teclado sensível ao toque

Resultados de estudos do PU-C em Portugal já publicados pela equipa de investigação

 
UP-C paper.png

The Unified Protocol for Transdiagnostic Treatment of Emotional Disorders in Children (UP‐C) in Portugal: Feasibility Study Results

International Journal of Environmental Research and Public Health
Published: 4 February 2022

Grupos de Intervenção já realizados - Estudo de Viabilidade

site.jpg

Grupo Piloto 1 - Viseu

DATAS: 19 de Setembro a 19 de Dezembro de 2020

LOCAL: Centro Hospitalar Tondela-Viseu

IMG_20210121_195950.jpg

Grupo Piloto 2 - Coimbra

DATA: 12 de Novembro de 2020 a 8 de Abril de 2021

LOCAL: Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra

WhatsApp Image 2021-06-02 at 09.08.31 (4) (3).jpeg

Grupo Piloto 3 - Nelas

DATA: 22 de Dezembro de 2020 a 15 de Junho de 2021

LOCAL: Agrupamento de Escolas de Nelas

WhatsApp Image 2021-06-02 at 09.08.32 (1) (1).jpeg

Grupo Piloto 4 - Nelas

DATA: 22 de Dezembro de 2020 a 1 de Junho de 2021

LOCAL: Agrupamento de Escolas de Nelas

WhatsApp Image 2021-07-28 at 10.13.03.jpeg

Grupo Piloto 5 - Coimbra

DATA: 15 Janeiro 2021 a 25 de Junho de 2021

LOCAL: Escola Martim de Freitas, Coimbra

IMG-20210609-WA0022.jpg

Grupo Piloto 6 - Viseu

DATAS: 13 Janeiro 2021 a 16 de Junho 2021

LOCAL: Viseu

 

Grupos de Intervenção já realizados - Estudo RCT

IMG-20210713-WA0032 (2)_edited.jpg

Grupo RCT 1 - Viseu

DATAS: Abril 2021 a Julho 2021

LOCAL: Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar Tondela-Viseu

IMG-20210713-WA0070.jpg

Grupo RCT 2 - Viseu

DATAS: Abril 2021 a Julho 2021

LOCAL: Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar Tondela-Viseu

IMG_20210701_175952 (1).jpg

Grupo RCT 3 - Coimbra

DATAS: Abril 2021 a Julho 2021

LOCAL: Agrupamento de Escolas Martim de Freitas, Coimbra

rct4.jpeg

Grupo RCT4 - Viseu

DATA: Setembro de 2021 a Dezembro de 2021

LOCAL: Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar Tondela-Viseu

WhatsApp Image 2022-01-05 at 14.44.04.jpeg

Grupo RCT5 - Viseu

DATA: Setembro de 2021 a Dezembro de 2021

LOCAL: Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar Tondela-Viseu

r6.png

Grupo RCT6 - Coimbra

DATAS: Novembro 2021 a Fevereiro 2022

LOCAL: Palácio Sacadura Botte / FPCEUC, Coimbra

r7.png

Grupo RCT 7 - Coimbra

DATAS: Novembro 2021 a Fevereiro 202

LOCAL: Palácio Sacadura Botte / FPCEUC, Coimbra

r8.png

RCT 8 - Viseu

DATAS: Dezembro 2021 a Março 2022

LOCAL: Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar Tondela-Viseu

rct9.png

RCT9 - Viseu

DATAS: Março 2022 a Junho 2022
LOCAL: Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar Tondela-Viseu

rct10.png

RCT10 - Coimbra

DATAS: Abril de 2022 a Julho 2022

LOCAL: Unidade de Psicologia Clínica Cognitivo-Comportamental (UPC3), Coimbra

rct11.png

RCT11 - Coimbra

DATAS: Abril de 2022 a Julho 2022

LOCAL: Unidade de Psicologia Clínica Cognitivo-Comportamental (UPC3), Coimbra

rct127.png

RCT12 - Aveiro

DATAS: Abril de 2022 a Julho 2022

LOCAL: Centro Comunitário de Aveiro

rct13.png

RCT13 - Viseu

DATAS: Abril de 2022 a Julho 2022

LOCAL: Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar Tondela-Viseu

 

Testemunhos

 

D., 11 anos

Nos detetives venci os meus medos, fiz amigos verdadeiros que não me julgaram, pude falar dos meus sentimentos sem medo que me gozassem. Adorei as psicólogas também.
Vou ter muitas saudades vossas

Equipa de Investigação Principal

Este estudo integra-se no projeto de doutoramento da Dra. Brígida Caiado  orientado pela Professora Doutora Helena Moreira e Professora Doutora Maria Cristina Canavarro [SFRH/BD/147848/2019].
Colaboram na implementação desta intervenção a Dra. Ana Góis, Dra. Bárbara Pereira e Dra. Diana Ferreira.

A Equipa de investigação é constituída por Psicólogos Clínicos com formação em Intervenções Cognitivo-Comportamentais, membros da Linha de Investigação Relações Desenvolvimento e Saúde (RD&S) do Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo-Comportamental (CINEICC) da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (FPCEUC)

WhatsApp Image 2021-10-07 at 22.18_edited.jpg

Brígida Caiado

Especialista em Psicologia Clínica pela OPP. 
Membro do CINEICC.
Doutoranda em Psicologia Clínica e da Saúde pela FPCEUC com o projeto "Protocolo Unificado para o tratamento transdiagnóstico das perturbações emocionais das crianças (PU-C): Estudo de aceitabilidade, viabilidade e eficácia do programa em Portugal" [SFRH/BD/147848/2019]
Investigadora no projeto "Unified Protocol for transdiagnostic treatment of emotional disorders in children: A multicenter study to assess the acceptability, feasibility and efficacy of a blended format of the program in Portugal." [PTDC/PSI-GER/0689/2020]

Psicóloga Clínica no Centro Hospitalar Tondela-Viseu

moreira_edited.jpg

Helena Moreira

Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde pela OPP.

Professora Auxiliar na FPCEUC
Doutorada em Psicologia da Saúde pela FPCEUC.

Membro Integrado do CINEICC.

Investigadora Principal do projeto "Unified Protocol for transdiagnostic treatment of emotional disorders in children: A multicenter study to assess the acceptability, feasibility and efficacy of a blended format of the program in Portugal." [PTDC/PSI-GER/0689/2020]

mccanavarro.jpg

Maria Cristina Canavarro

Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde e em Psicoterapia pela OPP.

Professora Catedrática na FPCEUC.
Investigadora e coordenadora do CINEICC e do Grupo de Investigação RD&S.  Membro da Comissão de Ética para a Investigação Clínica Nacional (CEIC). Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde,  Psicoterapia e Intervenção Precoce pela OPP. Psicoterapeuta e Supervisora Cognitivo-Comportamental.

gois.jpg

Ana Carolina Góis

Psicóloga Clínica. 
Membro do CINEICC.
Doutoranda em Psicologia Clínica e da Saúde pela FPCEUC.
Bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) com o projeto "Desenvolvimento e estudo de eficácia da versão Stepped-Care do Protocolo Unificado para Crianças: Um programa de intervenção para pais e crianças com perturbações emocionais" [2020.09015.BD]

Investigadora do projeto "Unified Protocol for transdiagnostic treatment of emotional disorders in children: A multicenter study to assess the acceptability, feasibility and efficacy of a blended format of the program in Portugal." [PTDC/PSI-GER/0689/2020]

DIANAjpg.jpg

Diana Santos

Psicóloga Clínica.

Mestre Psicologia Clínica e da Saúde (Intervenções Cognitivo-Comportamentais).
Estagiária Profissional (Ano Profissional Junior) no Projeto "Detetives das Emoções: Protocolo Unificado para Crianças".
Bolseira de investigação no projeto "Unified Protocol for transdiagnostic treatment of emotional disorders in children: A multicenter study to assess the acceptability, feasibility and efficacy of a blended format of the program in Portugal." [PTDC/PSI-GER/0689/2020]

WhatsApp Image 2022-03-13 at 14.25.47.jpeg

Bárbara Pereira

Psicóloga Clínica.
Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde (Intervenções Cognitivo-Comportamentais).
Estagiária Profissional (Ano Profissional junior) no Projeto "Protocolo Unificado para o Tratamento Transdiagnóstico das Perturbações Emocionais das Crianças (PU-C): Detetives das Emoções - Estudo de aceitabilidade, viabilidade e eficácia do programa em Portugal"

 

Consultora

jill-ehrenreich-may.jpg

Jill Ehrenreich-May

Professora Associada no Departamento de Psicologia da Universidade de Miami (USA).
Autora do Programa Protocolo Unificado para o Tratamento Transdiagnóstico das Perturbações Emocionais em Crianças e Adolescentes.

 

Colaboradoras

Ana Isabel Pereira

Professora Associada na FPUL.  Doutorada em Psicologia Clínica.
Investigadora do Projeto "Unified Protocol for transdiagnostic treatment of emotional disorders in children: A multicenter study to assess the acceptability, feasibility and efficacy of a blended format of the program in Portugal." [PTDC/PSI-GER/06897202]

Ana Maria Pereira

Psicologa Clínica pela OPP. 
Doutoranda em Psicologia Clínica na FPUL.
Bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) com o projeto "Estudo da Eficácia e Processos de Mudança de uma versão portuguesa adaptada do Protocolo Unificado para o Tratamento Transdiagnóstico de Perturbações Emocionais em Crianças (PU-C) numa amostra de crianças portuguesas"

Ana Luz

Aluna do 5º ano do Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde (Intervenções Cognitivo-Comportamentais).
A realizar estágio curricular no Projeto "Protocolo Unificado para o Tratamento Transdiagnóstico das Perturbações Emocionais das Crianças (PU-C): Estudo de aceitabilidade, viabilidade e eficácia do programa em Portugal"

 

Entidades Organizadoras ou Financiadoras

logos.png

Este projeto insere-se no âmbito de uma bolsa de doutoramento financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), União Europeia (UE) e pelo FSE através do Programa Operacional Regional do Centro (POR-CENTRO) em específico a bolsa de doutoramento da Dra. Brígida Caiado, orientada pela Professora Doutora Helena Moreira e Professora Doutora Maria Cristina Canavarro [SFRH/BD/147848/2019].

quadrado.png

Este projeto de doutoramento decorre na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, mais especificamente na linha de investigação "Relações, Desenvolvimento e Saúde (RD&S)" do Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenções Cognitivo-Comportamentais (CINEICC).

A equipa de investigação e equipa clínica deste projeto além de pertencer ao CINEICC, pertence também à UpC3, uma unidade de Psicologia Clínica Cognitivo-Comportamental da Universidade de Coimbra. 

miami.png

Foi na Universidade de Miami  que o PU-C foi originalmente desenvolvido e a sua versão portuguesa (em estudo) conta com a consultoria da Professora Jill Enhrenrecih-May da Universidade de Miami.

 

Entidades Parceiras

 
chtv.png

Centro Hospitalar Tondela-Viseu

  • Encaminhamento de casos da região de Viseu (através das consultas de Psicologia, Pedopsiquiatria e Pediatria)

  • É nas suas instalações (no Departamento de Psiquiatria e Saúde Mental (DPSM) do (CHTV) que a intervenção decorre em Viseu.

  • A equipa de Psicologia do DPSM colabora  na implementação do programa "ABC das Emoções" (a intervenção que é recebida pelo grupo de controlo deste estudo).

Redes Sociais

 

Dúvidas ou Questões

Obrigado pelo envio!